Não é novidade que os frutos vermelhos têm propriedades benéficas para a saúde. Sabe quais são?

O poder antioxidante dos frutos vermelhos

“Os frutos vermelhos têm um efeito protetor face a infeções urinárias. Desde os mirtilos, ao arando, à groselha e framboesa, todos os frutos vermelhos são importantíssimos para promover uma melhor saúde do trato urinário.” A afirmação é de Bercina Candoso, ginecologista-obstetra, e é sustentada por inúmeros estudos científicos que procuraram identificar as características benéficas destes e de outros frutos de cor vermelha. O segredo parece estar numa combinação de propriedades que favorecem a sua ação antioxidante.

Poder antioxidante

Os antioxidantes, explica a Cleveland Clinic, são substâncias naturais que existem nos alimentos sob a forma de vitaminas, minerais e outros compostos. Acredita-se que ajudam a prevenir problemas de saúde ao combaterem os radicais livres. Os radicais livres formam-se em processos orgânicos normais como a respiração, mas também são promovidos por contaminantes ambientais como o fumo do cigarro. Quantidades adequadas de antioxidantes ajudam a evitar os danos celulares por eles provocados. Crê-se que têm um papel importante na redução do risco de cancro, problemas cardiovasculares como o acidente vascular cerebral (AVC), degeneração macular, Alzheimer e Parkinson.

Uma questão de cor

Os carotenoides são compostos que o organismo humano tem capacidade de transformar em vitamina A. Entre os mais de 600 existentes nos alimentos, alguns são líderes na luta contra os danos provocados pelos radicais livres. Segundo a Academy of Nutrition and Dietetics, é o caso do licopeno. Presente em doses particularmente altas no tomate, este antioxidante é também responsável pela cor de frutos vermelhos como os morangos, cerejas, groselha e melancia. Uma revisão de 67 estudos publicada no jornal Oncology and Cancer Case Reports sugere que este antioxidante contribui para o atraso no desenvolvimento de patologias da próstata (como a hipertrofia benigna e cancro da próstata). Também é útil, entre outras situações clínicas, na prevenção da aterosclerose e no tratamento da infeção por HPV (Papiloma Vírus Humano), refere a MedlinePlus.

O caso das bagas

Entre os habitualmente chamados frutos vermelhos, as bagas parecem ter propriedades específicas. Em particular, bagas escuras como a amora, o mirtilo, a groselha e a cereja. Segundo a Academy of Nutrition and Dietetics, são ricas em antocianinas e outros flavonóides que podem impulsionar a memória. Os flavonóides são um conjunto de substâncias com propriedades semelhantes às da vitamina K. A vitamina K promove a produção de proteínas, em particular as que são necessárias para a coagulação sanguínea. Em dois estudos da Harvard School of Public Heatlh, as antocianinas foram associadas a um efeito neuroprotetor face à doença de Parkinson e à redução do risco de enfarte nas mulheres.

 

Sabia que…

Os morangos são um dos frutos mais ricos em vitamina C, o antioxidante mais conhecido?

 

5 a 10

Número de porções de fruta e vegetais que deve consumir diariamente para garantir a ingestão adequada de antioxidantes, refere a Cleveland Clinic.